Please enable JS

Blog

notebook

3 coisas perigosas que você faz online sem saber

9 de janeiro de 2020 / Tecnologia / por Comunicação Krypton BPO

Mais de 65% de adultos foram vítimas de ataques cibernéticos no mundo inteiro. Todos sabemos o que é ou não perigoso online, mas sempre conhecemos alguém que teve uma conta hackeada, baixou um vírus sem querer ou teve os dados roubados.

Você possui um gerenciador de senhas com uma senha-base segura? Você usa mais de uma forma de autenticação de acesso (confirmação de e-mail, código por SMS etc)? Usa VPN (rede privada virtual)? Possui um antivírus?

O que será que expõe tanto as pessoas? Uma pesquisa realizada pela empresa de cibersegurança Rubica e o professor Marc Dupis, da Universidade de Washington, buscou entender quais ferramentas cibernéticas eram ou não usadas. Ao todo, foram entrevistados 1.002 pessoas.

Veja abaixo 3 coisas perigosas que você faz online sem saber:

1) Usar o Google e o Facebook como forma de login
Muitos caracteres, letras, ícones diferentes e senhas diferentes para cada conta são dicas comuns para segurança virtual. E isto é o contrário de usar login automático para tudo, associando o acesso aos seus perfis no Facebook e no Google. Qual é o risco? Reutilização e compartilhamento de senhas facilitam a invasão e o roubo de contas por hackers. Informações pessoais como endereço, data de nascimento e até nomes de animais de estimação podem ser encontradas online. Se você usar esses dados como uma senha, está expondo informações úteis para os invasores. Mesmo que seja conveniente usar o Facebook e o Google para se logar, se essas contas forem comprometidas, o invasor poderá acessar todas as outras contas vinculadas.

2) Usar uma rede WiFi aberta
Acessar um WiFi público (comuns em hotéis ou cafeterias) é tentador quando a sua velocidade da operadora está ruim. Caso você não use um VPN (Rede Privada Virtual), é melhor resistir à tentação. Evite principalmente acessar seu e-mail ou o app do banco. Qual é o risco? O Wi-Fi público é inseguro e deixa seu tráfego na web vulnerável, o que significa que, se você estiver acessando dados e informações importantes, alguém poderá ter acesso a elas e até mesmo invadir seu aparelho.

3) Usar aparelhos pessoais para trabalhar
Se você costuma ler sobre segurança cibernética, não é incomum ver histórias de funcionários que tiveram arquivos pessoais roubados quando a empresa onde trabalham sofreu um ataque cibernético (isso aconteceu em Baltimore e na Flórida, por exemplo). Na mesma proporção, o seu aparelho (um smartphone ou um notebook) desprotegido pode ser uma porta de entrada para as informações da empresa. Qual é o risco? Esse uso multifuncional do mesmo dispositivo aumenta a probabilidade de infecção ou comprometimento. As pessoas tendem a ter menos cuidado quando fazem coisas casuais online. Se o seu celular for infectado enquanto você navega e, em seguida, você acessar o email ou documentos de trabalho, suas informações pessoais e profissionais estarão em risco. Mesmo que seja uma atividade ocasional, o perigo é o mesmo.

Fonte: Msn
Imagem: Projetado pelo Freepik

Posts relacionados

Qual a importância da segurança da informação em tempo de pandemia?

23 de outubro de 2020 / Tecnologia / por Comunicação Krypton BPO
Em menos de 24h, mais de 30 domínios falsos usando o Pix

Em menos de 24h, mais de 30 domínios falsos usando o Pix

22 de outubro de 2020 / Tecnologia / por Comunicação Krypton BPO
WhatsApp só recebe mensagem quando aberto? 5 formas de resolver o erro

WhatsApp só recebe mensagem quando aberto? 5 formas de resolver o erro

21 de outubro de 2020 / Tecnologia / por Comunicação Krypton BPO
LGPD – O que pode acontecer com sua empresa caso você não se adeque?

LGPD – O que pode acontecer com sua empresa caso você não se adeque?

21 de outubro de 2020 / Tecnologia / por Comunicação Krypton BPO
Nasa escolhe Nokia para instalar internet 4G na Lua

Nasa escolhe Nokia para instalar internet 4G na Lua

20 de outubro de 2020 / Tecnologia / por Comunicação Krypton BPO
5 dicas para elaborar uma política de privacidade de dados

5 dicas para elaborar uma política de privacidade de dados

20 de outubro de 2020 / Tecnologia / por Comunicação Krypton BPO

abc