Please enable JS

Blog

juros

Copom reduz a Selic para 6,75% ao ano

9 de fevereiro de 2018 / Inteligência Fiscal / por Comunicação Krypton BPO

Os membros do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiram, por unanimidade, reduzir a Selic (a taxa básica de juros) em 0,25 ponto percentual, de 7% para 6,75% ao ano. O corte, anunciado ontem pela instituição, foi o 11º consecutivo. O movimento colocou a Selic no nível mais baixo da série histórica do Copom, iniciada em junho de 1996.

Com o corte de 0,25 ponto da Selic, o Banco Central deu continuidade ao processo de desaceleração do ritmo do atual ciclo monetário, como vinha sinalizando em suas comunicações.

No comunicado que acompanhou a decisão, a instituição afirmou que a evolução do cenário básico, em linha com o esperado, e o estágio do ciclo de flexibilização tornaram adequada a redução da taxa básica de juros em 0,25 ponto percentual.

O BC sinalizou ainda que, para a próxima reunião, caso o cenário básico evolua conforme esperado, o Copom deve interromper o ciclo de cortes na Selic. “Essa visão para a próxima reunião pode se alterar e levar a uma flexibilização monetária moderada adicional, caso haja mudanças na evolução do cenário básico e do balanço de riscos”, ponderou a autoridade monetária.

“O Copom ressalta que os próximos passos da política monetária continuarão dependendo da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos, de possíveis reavaliações da estimativa da extensão do ciclo e das projeções e expectativas de inflação”, completou o colegiado.

No documento, o BC também atualizou suas projeções para a inflação. No cenário de mercado – que utiliza expectativas para câmbio e juros do mercado financeiro -, o BC manteve sua projeção para o IPCA em 2018 e 2019, ambas em 4,2%. A autoridade monetária não divulgou projeção para a inflação de 2020.

Bancos – Banco do Brasil, Itaú Unibanco, Bradesco e Santander anunciaram, na sequência da decisão de cortar a Selic, que vão repassar a redução para suas principais linhas de crédito. Os juros menores vão beneficiar, conforme comunicados dessas instituições, pessoas físicas e jurídicas. Trata-se da nona redução consecutiva que os bancos anunciam desde o início do processo de afrouxamento monetário por parte do Banco Central.

Fonte: Diário do Comércio

Posts relacionados

calculadora

Conheça as principais dúvidas sobre a DIRF em 2018

21 de fevereiro de 2018 / Inteligência Fiscal / por Comunicação Krypton BPO
moedas

Arrecadação estadual avança em janeiro e atinge R$ 6,974 bilhões

21 de fevereiro de 2018 / Inteligência Fiscal / por Comunicação Krypton BPO
simples_nacional

Simples: Empresas de Serviços devem calcular o Fator R

20 de fevereiro de 2018 / Inteligência Fiscal / por Comunicação Krypton BPO
Contabilidade

Tabela de Incidência do IPI é alterada

19 de fevereiro de 2018 / Inteligência Fiscal / por Comunicação Krypton BPO
simples_nacional

Arrecadação do Simples acelera em 2017 e cresce 15%, a R$ 83 bilhões

16 de fevereiro de 2018 / Inteligência Fiscal / por Comunicação Krypton BPO
calculadora

Fazenda divulga Prisma Fiscal de fevereiro de 2018

16 de fevereiro de 2018 / Inteligência Fiscal / por Comunicação Krypton BPO

abc