Please enable JS

Blog

reuniao

Cultura Organizacional: Conceito e Tipos

16 de agosto de 2019 / Consultoria / por Comunicação Krypton BPO

Se você se interessa por assuntos empresariais, provavelmente já leu o termo cultura organizacional. O conceito remete às normas, regras de conduta, comportamentos, valores, missão e visão que regem uma empresa. Não importa se a empresa é pequena ou grande, esse termo atende a qualquer tipo, pois deve atender e ser sustentada todos os dias pelos colaboradores. Na prática, a cultura organizacional norteia quais deveres, obrigações e comportamentos os profissionais deverão respeitar e seguir dentro da corporação.

Cada empresa deve ter uma cultura clara e objetiva que ressalta todos os seus valores e esteja presente diariamente na rotina dos colaboradores. É ela que fará com que os colaboradores acreditem na empresa, sintam-se parte dela e, principalmente, se empenhem na busca por bons resultados.

Vantagens e desvantagens
As vantagens e desvantagens da cultura organizacional têm mais a ver não exatamente com a cultura e si, e sim o reflexo que ela tem dos trabalhadores. Quando a cultura organizacional está traduzida em um documento e em comunicações constantes, é mais fácil fazer com que os funcionários aderiram a ela. Afinal, se eles estão em contato regularmente com as regras e as orientações colocadas pela empresa, é mais difícil esquecer-se de algo ou arranjar desculpas esfarrapadas para atos antiéticos, por exemplos.

Nesse processo, a maior vantagem para os gestores é que, quando há algum comportamento incomum, é possível identificar e agir rapidamente. Mais do que isso, o documento evita que alguns tipos de ação surjam ou fiquem grande, já que todos entendem qual é a linha de pensamento da corporação.

Para os liderados, é importante ter um direcionamento a respeito das atitudes aceitas pela corporação. Além disso, abre espaço para um diálogo, caso tenham algum incômodo. Isso encurta até possíveis problemas que eles possam ter no futuro, bastando que também exista um canal de comunicação direta, em que eles possam opinar a respeito do acham certo ou errado. Esse tipo de feedback contribuir para a evolução da cultura organizacional, afinal esse é um conceito que está em constante progresso.

Diferentes tipos de cultura organizacional
Existem diversos tipos de cultura organizacional, cada uma se encaixa de acordo com o perfil de cada empresa. Afinal, é a partir do estabelecimento dessas normas que os profissionais adotam seus comportamentos, que nada mais são que reflexo da organização. Para que você conheça mais sobre o assunto, trouxemos os 5 principais tipos. Confira:

  • Culpa: esse tipo é caracterizado por disseminar conflitos e desconfiança dentro do ambiente de trabalho. Os colaboradores não têm a cultura de assumir riscos e responsabilidades, portanto, costumam culpar uns aos outros pelos erros e metas não alcançadas, em vez de assumir os próprios erros e aprender com eles. Nesse tipo de organização, o comportamento vem de cima pra baixo, então além dos liderados assumirem essa postura, os gestores costumam a mesma desculpa. Eles culpam seus funcionários por não conseguirem lidar com seus clientes, por não terem capacidade de administrar prazos e de não terem sucesso e crescimento da empresa, por exemplo.
  • Multidirecional: neste tipo de cultura organizacional não existe colaboração e cooperação entre profissionais e equipes. O que existe são departamentos com rixas entre si e profissionais com pensamentos individualistas que não conseguem compreender a importância do trabalho em equipe. Quem pertencente a este tipo de modelo comportamental pensa sozinho e mantém boa convivência apenas com outros colaboradores da mesma equipe. Não existe cocriação e ainda costuma ter presença de conflitos e boatos constantes. Geralmente, em empresas com essa linha de trabalho é possível encontrar problemas de liderança, uma vez que os gestores responsáveis por cada área não têm capacidade para avaliar, gerir e orientar seu time, causando conflitos com o pessoal de outros setores, geralmente, por motivos rasos.
  • Viva e deixe viver: constante estagnação e residência na zona de conforto. Aqui, os profissionais não se preocupam em estimular a criatividade e inovar sua maneira de trabalhar, pelo contrário, produzem sempre mais do mesmo e apenas cumprem sua rotina de trabalho diária. Falta motivação e visão de futuro nos processos de trabalho em curto, médio e longo prazo. Esse comportamento é facilmente encontrado em empresas que não dão feedback para seus funcionários e muito menos recompensas. Esse tipo de falta de ação coopera com a ideia de que não há motivos bons para dar o sangue pela corporação, já que no final das contas seu trabalho não será avaliado e muito menos compensado.
  • Respeita a marca: esse é o famoso termo que fala do funcionário que “veste a camisa”. A ideia dessa política é que os colaboradores realmente acreditem nos valores e na ética da empresa, assumindo um compromisso com o trabalho e a busca constante por bons resultados. Empresas assim costumam ter uma liderança eficiente e sabem como recompensar os seus funcionários, fazendo com que eles sintam motivação em se esforçarem para superar as expectativas da organização.
  • Liderança enriquecida: aqui se prioriza profissionais de alta performance, que apresentam bom desempenho e eficácia no cumprimento de suas tarefas e obrigações. Os profissionais são comprometidos e engajados em produzir mais e com maior qualidade. Assim como no caso anterior, os colaboradores dessas empresas são bem reconhecidos e recebem benefícios pelos seus resultados, além de reconhecimento pela sua excelência.

Qual é o tipo de cultura organizacional da empresa em que trabalha?
Se você não sabe responder a pergunta acima é hora de começar a procurar por informações com o seu gestor ou com a área de recursos humanos (RH). Caso você identifique que a sua empresa possua uma cultura que não seja positiva, busque maneiras que irão te ajudar a equipe a se sentir motivada e impulsionada a transformar o ambiente profissional em um local produtivo e colaborativo.

Fonte: JRM Couching
Imagem: Designed by yanalya / Freepik

Posts relacionados

notebook

Gestão de documentos: conheça as melhores práticas

19 de novembro de 2019 / Consultoria / por Comunicação Krypton BPO
varejo

Corrente de comércio atinge US$ 6,053 bilhões na terceira semana de novembro

19 de novembro de 2019 / Consultoria / por Comunicação Krypton BPO
planejamento

Processo de logística: por que e como otimizar sua gestão?

18 de novembro de 2019 / Consultoria / por Comunicação Krypton BPO
black friday

Comércio online projeta faturamento 18% maior na Black Friday deste ano

18 de novembro de 2019 / Consultoria / por Comunicação Krypton BPO
planejamento

Você tem uma ideia ou um modelo de negócio?

14 de novembro de 2019 / Consultoria / por Comunicação Krypton BPO
esocial

Novas funcionalidades deixam o eSocial Web Doméstico ainda mais simples

14 de novembro de 2019 / Consultoria / por Comunicação Krypton BPO

abc