Please enable JS

Blog

equipe

7 maneiras infalíveis de desenvolver uma equipe de alta performance

1 de agosto de 2019 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO

Uma equipe de alta performance é aquela que entrega os resultados acima da média de mercado. Por essa razão, contar com um time de tal envergadura representa mais lucros e, ao mesmo tempo, maior poder de competitividade.

No entanto, para montar um grupo de colaboradores desse estilo, é preciso investir em diversas áreas. Isso inclui os processos seletivos, as capacitações, as políticas de retenção de talentos, a formação de bons líderes etc.

Quando finalmente a organização alcança esse propósito, o trabalho está apenas começando. Afinal, será fundamental fazer uma gestão de pessoas constante para extrair o melhor desse quadro de um jeito também perene. Desse modo, é possível ter um time sincronizado como uma orquestra.

Assim, todos têm os melhores instrumentos e sabem o que cada um deve fazer para transformar a simples emissão de sons em um espetáculo. No mundo corporativo, o raciocínio é semelhante. Quer saber mais? Então veja neste artigo 7 dicas para construir um time de alta performance. Acompanhe!

1) Invista mais nos processos seletivos
Muitos gestores sofrem para acompanhar todos os estágios do recrutamento de pessoal. Isso acaba resultando em um problema bastante comum: esquecer de analisar o perfil comportamental dos pretendentes às vagas.

Por esse motivo, é muito importante elaborar avaliações que ultrapassem o julgamento dos atributos técnicos e profissionais do cargo. Nesse sentido, institua alguns pré-requisitos de personalidade.

Assim, quando um líder for julgar os concorrentes, ele deve conhecer quais são as qualidades que a companhia requer em termos de conduta. Entre essas habilidades podem estar: receber críticas de forma tranquila, ter uma boa capacidade de relações sociais, agir com cortesia diante dos clientes etc.

Por mais que haja treinamentos após as contratações, é essencial escolher profissionais que se enquadrem no culture code da organização, ou seja, no seu código de ética e forma de trabalho.

2) Estabeleça objetivos inspiradores
Profissionais de grosso calibre costumam ser bastante ambiciosos. Não apenas no critério financeiro, mas também de progresso na carreira e acúmulo de experiências.

Nesse cenário, para obter uma equipe de alta performance, são fundamentais um ambiente agradável e um trabalho estimulante. Dessa maneira, devem ser criadas metas mais difíceis de superar, mas que possam ser executáveis na prática. Além de um sentimento de triunfo, isso desperta no time o desejo de não ficar estagnado, de acreditar que vale a pena fazer mais.

No entanto, também é importante trabalhar com propósitos ajustados à infraestrutura da companhia, que sejam passíveis de medição, que tenham um grande impacto no desempenho do negócio e que disponham de dead lines.

3) Aposte em qualificações
Bom, não dá para querer uma equipe de ponta sem um investimento em capacitação que fique à altura. Caso você não tenha muito capital financeiro para isso, crie um plano para aproveitar ao máximo a quantia disponível.

Há muitas opções: workshops, congressos, convênios com instituições de ensino, entre outras. Assim, as pessoas começam a sentir que a companhia se importa com elas. Como resultado, a tendência é os colaboradores também se preocuparem mais com essa empregadora.

Além disso, você solidifica seu employer branding, que é a criação de táticas para deixar o negócio atrativo para os profissionais da área. Isto é, essa organização acaba se transformando em uma referência de mercado e acaba sendo vista como um dos melhores lugares para se trabalhar em determinado segmento.

4) Proporcione prêmios e bônus
Profissionais com nível de excelência, geralmente, investiram tempo e dinheiro para chegar onde estão. Desse modo, nada mais natural que eles estejam ávidos por recompensas.

Diante disso, para ter uma equipe de alta performance, é necessário reconhecer esse grau de competência. Caso seja inviável conceder um aumento salarial, troque por pequenos mimos como brindes, gratificações, eventos sociais pagos pela empresa fora do expediente etc.

Pode até parecer bobagem, mas ter um programa de bonificação faz toda a diferença na hora de construir um time acima da média. Para alimentar as vaidades de forma equilibrada, faça reconhecimentos individuais.

Do mesmo modo, para estimular o trabalho em conjunto, também dê vantagens para o desempenho em grupo. Assim, a companhia amplia o comprometimento do time com os interesses corporativos.

5) Use estratégia ao delegar tarefas
Para isso, não leve em conta apenas o conhecimento técnico, mas a adequação da personalidade para determinada tarefa. Por exemplo: se teve um problema muito crítico, escolha alguém calmo para resolver tal situação. Se for uma questão de conflito contratual com outras empresas, mande para a missão alguém que tenha mais experiência na casa, saiba agir com simpatia e seja bastante esperto.

No entanto, quando o tema é a distribuição dos serviços, é necessário tocar em uma ferida que nem sempre os gestores gostam de ouvir. Trata-se da concentração de processos na mão do líder.

Infelizmente, é bem comum chefes que se sobrecarregam por falta de confiança em seu pessoal. Isso é um erro na montagem da equipe de alta performance. Afinal, profissionais de primeira linha não apreciam ser subestimados.

6) Estimule a confiança nas relações
Na gestão de pessoas, como já diz o próprio nome da atividade, é indispensável saber lidar com diferentes tipos de seres humanos. Desse modo, para conquistar a confiança do time, aja com muito jogo de cintura sempre.

Ao corrigir um colaborador, prefira a discrição, ou seja, trate com ele em uma conversa privada. Faça o contrário quando for elogiar: diga isso na frente dos outros integrantes do time.

Sendo assim, é imprescindível exercer a liderança, que abrange muito mais do que apenas um posto no topo hierárquico. Portanto, ser um líder envolve ser um profissional que as pessoas admiram e respeitam.

Mais uma informação importante: um gestor deve se esforçar para obter um ambiente de trabalho amigável. Isso inclui servir de exemplo. Não dá para levar a sério a bronca por um atraso quando o chefe nunca chega no horário.

Como consequência do aumento da confiabilidade entre todos está a redução na rotatividade. As pessoas gostam de um clima amistoso. Além disso, a equipe de alta performance tem de ser mantida, e não apenas criada.

7) Meça os resultados
Depois de aplicar todos os esforços para conquistar uma equipe de alta performance, chega a hora de mensurar o desempenho. Isso porque é indispensável confirmar se o time tem realmente um nível superior à média.

Tal análise é papel do gestor, e é bem comum dificuldades no cumprimento dessa tarefa. Afinal, avaliar a produtividade envolve uma enorme quantidade de fatores, não é mesmo? Por isso, é necessário ter um planejamento de mensuração de dados.

Desse modo, as chefias conseguem evitar os improvisos. Observe algumas dicas de quesitos a serem levados em consideração ao testar o desempenho de seus colaboradores:

  • quantidade: averigue o cumprimento das metas em termos de números: se for ampliar as vendas em 10%, faça essa conta e confira;
  • qualidade: verifique a maneira de produção, a forma como os processos foram feitos: saiba se os clientes gostaram dos atendimentos de fato, e não somente se o objetivo foi batido ou não;
  • tempo para realização: infelizmente, em um cenário competitivo acirrado, o líder deve entregar uma gestão de tempo eficaz para a companhia. Para tanto, calcule o tempo médio para a concretização de trabalhos no mercado. Para ser uma equipe de alta performance, seu time deve ficar pelo menos um pouco abaixo desse índice;
  • softwares: sistemas ajudam a fazer essas contas e ainda podem contribuir para o desenvolvimento de talentos.

Como você já deve ter percebido, formar uma equipe de alta performance requer muitos esforços. Porém, com esse investimento, a empresa conquista um time apto para reagir com velocidade aos contratempos.

Além disso, cria-se na empresa a capacidade para desenvolver competências técnicas. Assim, é possível formar profissionais alinhados aos interesses da empresa.

Fonte: Fortes Tecnologia
Imagem: Projetado pelo Freepik

Posts relacionados

Propósito de vida, sonhos e autogestão de carreira

Propósito de vida, sonhos e autogestão de carreira

2 de dezembro de 2020 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO
conversa

A importância da opinião para o seu sucesso como líder ou liderado

30 de novembro de 2020 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO
O que são talentos híbridos (as famosas soft skills) que empresas buscam

O que são talentos híbridos (as famosas soft skills) que empresas buscam

27 de novembro de 2020 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO
Employer branding: conectando pessoas por meio de propósito

Employer branding: conectando pessoas por meio de propósito

27 de novembro de 2020 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO
Como o lifelong learning pode manter a carreira atualizada

Como o lifelong learning pode manter a carreira atualizada

26 de novembro de 2020 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO
Quer empreender? Escolha desafios além de sua capacidade, diz especialista

Quer empreender? Escolha desafios além de sua capacidade, diz especialista

25 de novembro de 2020 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO

abc