Please enable JS

Blog

equipe

O líder como gestor de pessoas

11 de outubro de 2019 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO

Nem todo líder possui formação em humanas, muitos tem formação em exatas, formados nas mais variadas áreas, e muitas vezes não possuem uma base de Gestão de Pessoas em sua formação.

Acredito que, na grande maioria das vezes, os líderes de hoje iniciaram suas carreiras em funções mais baixas, de cunho técnico-administrativo, e foram ascendendo em suas carreiras até assumirem posições de liderança.

Ocorre que nesta trajetória de sucesso, alguns poucos possuem de maneira nata, habilidades de liderança, a maioria não, mas isto é possível se desenvolver, no entanto nem todos tem essa oportunidade, nem todos querem.

Assim, muitas vezes, pode ocorrer que uma empresa ao promover para líder alguém que vinha tendo excelentes resultados em função técnico-administrativa, perca este excelente técnico e ganhe um péssimo líder.

Certa vez presenciei um profissional de manutenção ser promovido a supervisor de produção, o que se viu foi este profissional passar boa parte de seu tempo “dentro” da máquina dando manutenção, enquanto supervisor de produção. Passado alguns meses o mesmo foi desligado, pois não era isso que se esperava de um supervisor de produção, algum tempo depois voltou para a empresa para trabalhar novamente na manutenção, mas não como líder, voltou a ter excelente desempenho, pois era o que gostava e fazia bem feito.

Independentemente da situação, todo e qualquer líder pode e deve buscar seu aprimoramento, seu desenvolvimento, principalmente buscando tornar-se um Gestor de Pessoas.

Gestor de Pessoas, não é o profissional Gestor do Recursos Humanos, e sim todo e qualquer gestor que tenha uma ou mais pessoas sob sua gestão/liderança.

Compete, pois, a todo Líder enquanto um Gestor de Pessoas que deve ser, assumir a responsabilidade pela sua equipe, procurando por exemplo:

  • Se comunicar de maneira assertiva, sabendo ouvir ativamente;
  • Demonstrar interesse genuíno pelo bem estar de sua equipe, isto significa, por exemplo, quando disser “bom dia” que o faça olhando nos olhos do seu colaborador, quando pergunta “como vai seu filho” que o faça disposto a ouvir a resposta e não sair andando ou ficar digitando no computador enquanto o colaborador responde;
  • Dar feedback de maneira consciente e construtiva, fazendo uso de ferramentas formais quando a empresa possuir, como avaliação de desempenho, mas ciente que dar feedback é um processo contínuo, que deve ser praticado no dia a dia;
  • Estar atento de forma a conseguir perceber quando alguém de seu time não vai bem e então procurar saber o que está acontecendo, pois, por trás daquele silêncio ou mudança de fisionomia, ele pode estar passando por um sério problema que venha a comprometer seu desempenho e por vezes até mesmo contribuir para que venha a se acidentar;
  • Realizar com apoio da área de Recursos Humanos, uma seleção consciente e responsável, procurando contratar o profissional que melhor se adeque a sua vaga, ciente de que ele, gestor, é o principal responsável pela escolha, pela palavra final no processo seletivo;
  • Buscar meios de criar condições para que seus colaboradores possam se motivar no trabalho.

Enfim, isto tudo e muito mais, o líder precisa entender que responsável pelos colaboradores de sua equipe é ele mesmo e não a área de Recursos Humanos, sendo esta o seu grande apoio, o especialista que irá lhe dar o suporte necessário para que possa ser um bom líder.

De acordo com pesquisa do Instituto Gallup (USA), 66% dos americanos pedem demissão de seus chefes e não da empresa, isto nos dá indício da importância do líder na retenção dos talentos e redução de turnover nas empresas.

Apesar de a pesquisa não ser no Brasil, me arrisco a dizer que por aqui este número não deve ser muito diferente.

Ser Gestor de Pessoas é fácil? Certamente que não, mas é possível, e em um processo de crescimento e desenvolvimento contínuo, podemos nos aprimorar a cada dia e assim criarmos condições para nossos colaboradores, para que cada um possa dar o seu melhor.

Fonte: Administradores
Imagem: Designed by Javi_indy

Posts relacionados

Propósito de vida, sonhos e autogestão de carreira

Propósito de vida, sonhos e autogestão de carreira

2 de dezembro de 2020 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO
conversa

A importância da opinião para o seu sucesso como líder ou liderado

30 de novembro de 2020 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO
O que são talentos híbridos (as famosas soft skills) que empresas buscam

O que são talentos híbridos (as famosas soft skills) que empresas buscam

27 de novembro de 2020 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO
Employer branding: conectando pessoas por meio de propósito

Employer branding: conectando pessoas por meio de propósito

27 de novembro de 2020 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO
Como o lifelong learning pode manter a carreira atualizada

Como o lifelong learning pode manter a carreira atualizada

26 de novembro de 2020 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO
Quer empreender? Escolha desafios além de sua capacidade, diz especialista

Quer empreender? Escolha desafios além de sua capacidade, diz especialista

25 de novembro de 2020 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO

abc