Please enable JS

Blog

receita federal

Receita combate fraude em deduções do IRPF em Minas Gerais

26 de abril de 2018 / Inteligência Fiscal / por Comunicação Krypton BPO

O valor das deduções declaradas indevidamente é de R$ 110 milhões

O Escritório de Pesquisa e Investigação da Receita Federal em Minas Gerais investiga, desde 2017, fraudes nas deduções nas declarações de Imposto de Renda Pessoa Física. A ação tem por objetivo reprimir estas práticas que visam a obtenção de restituições indevidas por meio de deduções (despesas médicas, instruções, pensão alimentícia, empregada doméstica, entre outros) supostamente inexistentes.

A investigação começou por meio de denúncia de que algumas pessoas estavam transmitindo declarações com deduções fraudulentas. O esquema detectado pela Receita Federal, iniciava-se com a transmissão de Declarações do Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) com supostas deduções indevidas realizada por este grupo de pessoas. A partir daí, constatou-se que o universo de declarações transmitidas com indício de fraude estava relacionado a servidores públicos do estado de Minas Gerais.

Ao todo, foram examinadas declarações de 90 mil contribuintes desde o exercício 2014, perfazendo um total de 322 mil declarações. O valor das deduções declaradas indevidamente é de R$ 110 milhões e corresponde a um crédito tributário (sem multa e juros) de R$ 24 milhões. Este valor equivale ao custo de 12 escolas com 18 salas e 1.400 vagas para alunos por unidade; também poderia custear 8.347 alunos da rede pública durante um ano; ou, ainda, poderia vacinar 800 mil pessoas contra febre amarela.

Os supostos mentores identificados responderão criminalmente por prática de crimes. Quem for intimado pela Receita Federal será autuado e pagará multa de até 150% do valor sonegado.

Os artifícios identificados nesta investigação serão utilizados para selecionar outras declarações com os indícios de fraude, incluindo as que foram entregues em 2018. Além disso, a Receita Federal está desenvolvendo nova sistemática para impedir que fraudes como essa voltem a ocorrer.

Fonte: Receita Federal

Posts relacionados

Pix: Receita pode vigiar saldos dos contribuintes

30 de novembro de 2020 / Inteligência Fiscal / por Comunicação Krypton BPO
Receita e CNJ dão o primeiro passo para melhorar a eficiência do contencioso tributário

Receita e CNJ dão o primeiro passo para melhorar a eficiência do contencioso tributário

27 de novembro de 2020 / Inteligência Fiscal / por Comunicação Krypton BPO
STF nega incidência de ICMS em venda

STF nega incidência de ICMS em venda

26 de novembro de 2020 / Inteligência Fiscal / por Comunicação Krypton BPO
Receita Federal lança novo serviço focado no CPF

Receita Federal lança novo serviço focado no CPF

26 de novembro de 2020 / Inteligência Fiscal / por Comunicação Krypton BPO
Proposta prevê renegociação de dívidas tributárias para minimizar impacto da pandemia

Proposta prevê renegociação de dívidas tributárias para minimizar impacto da pandemia

25 de novembro de 2020 / Inteligência Fiscal / por Comunicação Krypton BPO

DIRF: Receita divulga novas regras para declaração de 2021

24 de novembro de 2020 / Inteligência Fiscal / por Comunicação Krypton BPO

abc